Agritrop
Home

Potencial hídrico e condutância estomática de Coffea canephora em condições de cerrado

Santos Meline de Oliveira, Brandão Isabel Rodrigues, Carvalho Milene Alves de Figueiredo, Rodrigues Gustavo Costa, Veiga Adriano Delly, Marraccini Pierre, Bartholo Gabriel Ferreira. 2019. Potencial hídrico e condutância estomática de Coffea canephora em condições de cerrado. In : X Simpósio de Pesquisa dos Cafés do Brasil. Consórcio Pesquisa Café. Vitória : EMBRAPA, 4 p. (Anais do Simpósio de Pesquisa dos Cafés do Brasil, 10) Simpósio de Pesquisa dos Cafés do Brasil. 10, Vitória, Brésil, 8 October 2019/11 October 2019.

Paper with proceedings
[img]
Preview
Published version - Anglais
License CC0 1.0 Public Domain Dedication.
221-2340-1-PB.pdf

Télécharger (165kB) | Preview

Titre anglais : Water potential and stomatic conductance of coffea canephora in cerrado conditions

Abstract : O objetivo do estudo foi avaliar a adaptação de diferentes genótipos de Coffea canephora ao sistema de cultivo irrigado do Cerrado do Planalto Central Brasileiro, após o período de suspensão da irrigação, por meio de análises do potencial hídrico e condutância estomática. Foram avaliados genótipos de Coffea canephora (8V, 8, 30, A1, 14 e 22) que estão alocados na Embrapa Cerrados em Planaltina, DF. O plantio foi realizado em linhas, por material, utilizando um espaçamento de 3,7 x 1,0 m em sistema irrigado por pivô central, com manejo de suspensão da irrigação durante a estação seca, por um período de 63dias (30 de junho a 31 de agosto). As avaliações foram realizadas no final desse período em dois horários do dia, em folhas completamente expandidas, do terceiro ou quarto par, no terço médio dos ramos plagiotrópicos. O potencial hídrico (MPa) foliar foi medido no período antemanhã (Ψam) (3:00h às 5:00h) e ao meio dia (Ψmd) (12:00h às 13:00h), com o auxílio de uma bomba de pressão tipo Scholander. A avaliação da condutância estomática foliar (gs-μmol m-2s-1) foi realizada utilizando-se o porômetro, na face abaxial das folhas, no período da manhã (gs- manhã) (08:30h às 09:30h) e ao meio-dia (gs-meio-dia) (12:00h às 13:00h). O genótipo 8 apresentou um comportamento semelhante ao clone tolerante 14, com maiores valores de potencial hídrico e gs, enquanto que o genótipo 8V manteve um comportamento intermediário aos clones 14 e 22. Os genótipos A1 e 30 apresentaram um comportamento semelhante ou inferior ao clone sensível 22 com menores valores de potencial hídrico e condutância estomática. Considerando as variáveis potencial hídrico e condutância estomática conclui-se que diferentes estratégias de adaptação ao sistema de cultivo irrigado do Cerrado após o período de suspensão da irrigação são observadas nos genótipos avaliados. Os genótipos 8 e 14 se adaptam mantendo os maiores valores de potencial hídrico e condutância estomática em comparação aos demais genótipos. Já os genótipos A1, 30 e 22 se adaptam apresentando os menores valores de potencial hídrico e consequentemente, menor condutância estomática. O genótipo 8V, por sua vez, se adapta com comportamento intermediário quando comparado aos demais genótipos, em relação às variáveis estudadas.

Résumé (autre langue) : The objective of the study was to evaluate the adaptation of different genotypes of Coffea canephora to the irrigated crop system of the Cerrado from Planalto Central at Brazil, after the period of suspension of the irrigation, through analysis of the water potential and stomatal conductance. Genotypes of Coffea canephora (8V, 8, 30, A1, 14 and 22) that were allocated at Embrapa Cerrados in Planaltina were evaluated. Planting was done in rows per material, using a spacing of 3.7 x 1.0 m in a central pivot irrigation system, with irrigation suspension management during the dry season, for a period of 63 days (June 30 to 31 of August). The evaluations were performed at the end of this period in two times of the day, in fully expanded leaves, of the third or fourth pair, in the middle third of the plagiotropic branches. Leaf water potential (MPa) was measured in the pre-dawn period (Ψam) (3:00 a.m. to 5:00 a.m.) and midday (Ψmd) (12:00 a.m. to 1:00 p.m.) using a Scholander-type pressure chamber. Evaluation of the leaf stomatal conductance (gs-μmol m-2s-1) was performed using a porometer in the abaxial surface of the leaves, in the morning (gs-morning) (08: 30 a.m. to 9:30 a.m.) and at midday (gs- midday) (12:00 a.m. to 1:00 p. m.). Genotype 8 showed a similar behavior to the tolerant clone 14, with higher values of water potential and gs, whereas the 8V genotype maintained an intermediate behavior to clones 14 and 22. Genotypes A1 and 30 showed a behavior similar to or lower than the sensitive clone 22 with lower values of water potential and stomatal conductance. Considering the variables water potential and stomatal conductance, it is concluded that different adaptation strategies to the Cerrado irrigated cultivation system after the irrigation suspension period are observed in the evaluated genotypes. Genotypes 8 and 14 adapt keeping the highest values of water potential and stomatal conductance compared to the other genotypes. Already genotypes A1, 30 and 22 adapt presenting the lowest values of water potential and consequently, lower stomatal conductance. The 8V genotype, in turn, adapts with intermediate behavior when compared to the other genotypes, in relation to the studied variables.

Auteurs et affiliations

  • Santos Meline de Oliveira, EMBRAPA (BRA)
  • Brandão Isabel Rodrigues
  • Carvalho Milene Alves de Figueiredo, EMBRAPA (BRA)
  • Rodrigues Gustavo Costa, EMBRAPA (BRA)
  • Veiga Adriano Delly, EMBRAPA (BRA)
  • Marraccini Pierre, CIRAD-BIOS-UMR IPME (VNM) ORCID: 0000-0001-7637-6811
  • Bartholo Gabriel Ferreira, EMBRAPA (BRA)

Source : Cirad-Agritrop (https://agritrop.cirad.fr/593836/)

View Item (staff only) View Item (staff only)

[ Page générée et mise en cache le 2020-05-17 ]